Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

quinta-feira, dezembro 28, 2006

Prosa íntima

- É a primeira vez que você toca no assunto?

- É.

- Mas por quê nunca falou disso antes?

- Não sei. Um bloqueio... sempre estive sentado num trono, sabe, como um rei mesmo. Nunca parei pra pensar nessas coisas.

- E agora, o que você pretende fazer a respeito?

- Viajar um pouco. Conhecer outros lugares. Outras pessoas, outras línguas. Quero aprender mais umas quatro. E ler um pouco de Neruda.

- Será que resolve? ... Digo, não parece uma atitude muito despreocupada?

- Não tenho pressa, entende isso. Tenho o mundo nas minhas mãos, basta saber como manusear. De qualquer forma, do chão não passa: agora que caí do meu trono, não tenho nada a perder. Que é que estou arriscando? Meus cadernos me acompanham. Posso publicar alguma coisa quando voltar.

- E cair na estante de cinco reais da Leitura...

- Não penso mais nisso. Caí do meu trono, e quando falo isso é porque caí mesmo. Foda-se o resto. É isso o que não quero: me foder muito pro que dizem por aí. Isso é o que me levou ao auge e que agora me derruba.

- Ainda não vejo nenhuma saída nesse seu modo de pensar...

- E não tem saída nenhuma, mesmo. Vem daquilo que disseram um dia, com razão: "se a alguém causa inda pena a tua chaga, apedreja essa mão vil que te afaga, escarra nessa boca que te beija!"...

3 Comments:

Anonymous Thaís said...

Nota:80

Não tem nem vergonha na cara de reclamar dos seus textos... mesmo depois de uma dessas, né? =]

Beijos!

29 de dezembro de 2006 02:44  
Anonymous Thaís (de novo) said...

Puts, caramba, Dé!
Que cabeçuda que eu sou!

Não tinha reparado no título do texto!!
Muito bom!

29 de dezembro de 2006 02:50  
Anonymous Thaís [revolution] said...

Ahh!!
Outra coisaaa!!

Obrigada por ter comentado no meu flog.
Não sabia que você sabia que eu tinha aquele flog! oÔ

Moh surpresa boa!

29 de dezembro de 2006 02:52  

Postar um comentário

<< Home