Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

sábado, fevereiro 03, 2007

Sem meias palavras - e ainda por extenso.

Chego em casa tarde. Não tenho mais nada a fazer - olho pela janela. Escuro, claro, era o que eu esperava. O vento carrega algumas folhas, tão leves, soltas, que a mim também me fazem sentir livre.

Estou tão longe, ao mesmo tempo tão perto - tanto quanto nesses clichès quase medievais. A distância que me oprime, no entanto, está dentro de mim. A proximidade também. São as saudades que sinto, que não sei se me deixam triste; muitas vezes me deixam feliz, quando penso que simplesmente tenho um por quê para senti-las. Um por tê, digamos assim. Por tê, agá, á, í, ésse.

Olhar para esse escuro me traz um par de olhos. Me traz uma noite. Ou umas. Ou várias, ainda. A escuridão tão plena que me lembra de abraços que sempre busquei, já tive, tenho, voltei a buscar - e voltarei a ter.
Voltarei a ter. Voltarei a ti; voltarei à Titi. Voltarei a tê, agá, á, í, ésse.

4 Comments:

Anonymous Thaís said...

Adorei o texto?
Voltarei a Titi foi boa, hehehe!

Te amo
=*

4 de fevereiro de 2007 19:25  
Anonymous Thaís said...

Era pra ter um ponto de exclamação na primeira linha... uahauhaua!

4 de fevereiro de 2007 19:26  
Anonymous Ágata said...

Que bonitinho =*

6 de fevereiro de 2007 12:58  
Blogger Laryssa said...

ótimo título, depois leio o texto.

Mas ainda assim, saudade.

5 de março de 2007 00:46  

Postar um comentário

<< Home