Minha foto
Nome:
Local: Belo Horizonte, MG, Brazil

terça-feira, junho 05, 2007

Canto

Descanso cuidadosamente o último resto do cigarro sobre o cinzeiro de vidro. Me estico na poltrona, engasgo com a fumaça, meus olhos lacrimejam. De embaçados que ficam, o quadro pendurado na minha parede muda de cor e toma uma face, mas rápido enxugo os olhos e tudo desaparece. O quatro está ali, pois sim; me traz todas as impressões de sofrimento de mundo. Um grito, uma deformidade, um tom forte.

Fujo do quadro. A xícara de café está quase vazia, e nela vejo meu reflexo. Outro grito, deformidade, tom forte. E vejo também uma injustiça... já que me veio à cabeça, corrijo-a: o absurdo machista que permeia as cantigas populares e atribui, a nós homens, uma fria superioridade. Seguindo meu próprio exemplo, ali, no meu canto, troco uma única palavra.

"O Cravo brigou com a Rosa
debaixo de uma sacada
o Cravo saiu morrido
e a Rosa despedaçada."

10 Comments:

Anonymous André (Madsen) said...

Bom, li, gostei, vc me explicou, eu li de novo, aí entendi, e gostei mais (to igual português). Então acho que no mínimo devo um comentário aqui no seu texto. Ei-lo. Legal demais, principalmente levando em conta todos os sentidos metafóricos imbuidos.

5 de junho de 2007 18:43  
Anonymous Anônimo said...

Gostei! Depois de explicado, ainda mais. Seja cauteloso com a catuaba selvagem ok?
beijos. Bom ver vc

5 de junho de 2007 19:10  
Blogger Livia said...

o cravo ficou doente, a rosa foi visitar, o cravo teve um desmaio e a rosa pos-se (?) a chorar.

que foi?

5 de junho de 2007 20:07  
Blogger Thais said...

E a papoula vermelha?

6 de junho de 2007 12:47  
Anonymous Thaísa (Letras) said...

Você já sabe o tanto que eu gostei..

Mas eu quis vir aqui, registrar!
=D

6 de junho de 2007 12:55  
Anonymous Amanda said...

Eu não sei o que eu comento, não. Você sabe que seus textos são bons. E você também sabe que eu não sei como você está se sentindo, o que é uma droga, porque me impede de te dizer qualquer coisa que seja útil. Anyway... hope you get better soon. :/

7 de junho de 2007 12:35  
Blogger SpiegelMask said...

Li, entendi e gostei, vc n me explicou nada, li de novo, gostei de novo, entendi.

O texto eu li. O contexto atribui, é a parte que me cabe. Se eu levar em conta todos os sentidos metafóricos, vou ter que exumar um alemão... kkk!

8 de junho de 2007 15:58  
Anonymous Mahatama said...

Precisa dizer q sou fã??

Muito bom, poeta. Virarei frequentadora...

9 de junho de 2007 08:46  
Blogger Ping. said...

ei. tudo bem?
gostei da sequencia de fatos.



;*

9 de junho de 2007 15:10  
Anonymous Rebeca Ribeiro said...

para não sair da sequência de comentários:
li (com certeza), entendi (não sei ainda), atribui significado (coisas do povo de letras...).
Gostei!!

10 de junho de 2007 19:10  

Postar um comentário

<< Home